Thursday, November 17, 2016

GOVERNADOR DE NOVA IORQUE DEFENDE IMIGRANTES
"Eu quero ser bem claro: Se alguém achar que está sendo agredido, eu quero que saibam que o estado de Nova Iorque—aquele com a Estátua da Liberdade no seu porto—é o seu refúgio. Não importa se é gay ou hetero, muçulmano ou cristão, rico ou pobre, preto branco ou pardo, nós respeitamos todos as pessoas no estado de Nova Iorque… Não permitiremos que um governo federal que ataca imigrantes o faça no nosso estado." —Mario Cuomo
(Veja a reportagem)
Sou libertario e não do partido democrata ou republicano. Jamais votaria em um dos dois tentáculos da cleptocracia, mas de vez em quando um deles copia alguma coisa da nossa legenda que pega bem. É assim que os pequenos partidos nos EUA mudam com bastante alavancagem as leis do país, mesmo sem eleger muitos políticos. 


Atitude nacional-socialista importada da Alemanha

Esta reação de Nova Iorque foi estimulada pela atitude de um outro pequeno partido, o Tea Party—versão mais nacional-socialista do que dá na política dos EUA—cuja atitude quanto aos imigrantes é representada por uma imagem de arame farpado. Deste pequeno partido coletivista e populista surge a maioria das mazelas que afetam o Partido Republicano. Da mesma forma, a maior parte da burrice que aparece no programa do partido democrata é copiado dos partidos verde e comunista. 

O partido libertário corrige essas tendências, dando exemplo e ameaçando afetar com os nossos votos os resultados das eleições. Nós votamos a consciência, com 6 a 36 vezes o efeito legiferante (no sentido de mudar as leis) para cada voto dado. Nesta eleição o nosso total foi equivalente a todos os votos do Estado de Virgínia. 

No comments:

Post a Comment