Friday, November 10, 2017

Falascreves em inglês e brasileiro



Eu uso o Dragon em inglês faz uns 15 anos. Comprei o de espanhol e funciona bem. O Via Voice é uma tristeza mas o falascreve da Apple é bem melhor. Não é lá não tão bom quanto o da Lernout Hauspie/Caere/Scansoft/Nuance. Mas acontece que já vem incluído no OS.

A meu ver o problema é Portugal. Brasil é dona de 80% do mercado de português falado, e Paulo Rònai reparou que a fala dos portugueses é estranho a ponto de se tornar ininteligível. Só que eles insistem, desde os anos 90,em congelar o desenvolvimento do idioma no além-mar. A impressão é de que os portugueses farão de tudo para interferir no desenvolvimento de um falascreve que funciona para brasileiros. 

Queria estar errado nisso, mas venho acompanhando desde as primeiras minutas do acordo distribuído pelos diplomatas portugueses. Eu tinha pedido cópia dos diplomatas brasileiros na mesma época, e nenhum funcionário da embaixada brasileira tinha a mínima noção de que existiria tal coisa. 

A Apple acaba de se aproveitar da impopularidade da Nuance e da Microsoft para lançar um falascreve que funciona em português. Depois de pagar U$700 por uma licença profissional do Dragon, arrumei esse da Apple por $600 e veio um mini-computador de brinde. O programa é muito melhor que o Via Voice da IBM. 

Lernout Hauspie era dona da empreitada quando a matemática desenvolveu modelo prático para os falascreves descritos por George Orwell em 1945 e por Robert Heinlein com perfeitos detalhes em, 1957 (Door into Summer). Esse mesmo Heinlein populava seus romances com telefones celulares no início da década de 1950, quando apostou que o império comunista não duraria mais 50 anos. Vale a pena comprar um Mac mini para ter a vantagem do falascreve em português.

Necessitando de traduções oficiais de documentos para obter visto e comprar um MAC, procure pelo www.Tradutoramericano.com, aliado de www.falascreve.com


No comments:

Post a Comment