Sunday, April 22, 2018

Tiradentes, aluno de Adam Smith

Adam Smith alertou sobre a acumulação das pessoas improdutivas sustentadas pelos meios coercitivos do Estado Político. Este tipo de propaganda não era bem-visto pelos tubarões da Monarquia e os piolhos de tubarão da Santíssima Inquisição...

Usava-se muito ff no lugar de ss na época.


-->
PORTANTO condemnam o réo Joaquim José da Silva Xavier, por alcunha o Tiradentes, alferes que foi da tropa paga da capitania de Minas, a que com baraço e pregão seja conduzido pelas ruas públicas ao lugar da forca, e n'ella morra morte natural para sempre, e que depois de morto lhe seja cortada a cabeça e levada à Villa Rica, aonde em o lugar mais público d'ella será pregada em um poste alto até que o tempo a consuma; o seu corpo será dividido em quatro quartos e pregados em postes pelo caminho de Minas, do sitio da Varginha e de Sebolas, aonde o réo teve as suas infames praticas, e os mais nos sitios de maiores povoações até que o tempo também os consuma. Declaram ao réo infame, e infames seus filhos e netos, tendo-os e seus bens applicam para o fisco e a camara real, e a casa em que vivia em Villa Rica será arrasada e salgada, e que nunca mais no chão se edifique, e que não sendo proprias, serão avaliadas e pagas ao seu dono pelos bens confiscados, e no mesmo chão se levantará um padrão pelo qual se conserve em memória a infamia d'este abominável réo.

(SENTENÇA DA ALÇADA, proferida no Rio de Janeiro a 18 de abril de 1792).


-->
THE DEFENDANT Joaquim José da Silva Xavier, also known as Tiradentes, former ensign from the Minas Capitania paid militia, is therefore hereby condemned to be led on a noose by the town crier through the public streets to the gallows, and there to die naturally and forever, and that once dead, his head be severed and taken to Villa Rica, and there nailed to a tall post in the most public place until consumed by time; his body is to be divided into four quarters and nailed to posts along the road to Minas, at the Varginha and Sebolas locales, where the defendant had his infamous practices, the remainder to post at the most populated sites, until also consumed by time.  The defendant is also decreed in infamia juris, along with his sons and grandsons, so that they and their possessions must be applied toward the revenue service and royal chamber; the house in which he lived in Villa Rica shall be demolished and the soil salted, that nevermore shall any building be erected there, and those things not free and clear shall be appraised and their owner paid for such goods as are confiscated, and on the same soil shall be erected a standard, so that the memory of that abominable criminal shall live on in infamy. 

(Sentence of the Authority, handed down in Rio de Janeiro on April 18th 1792) 


Os herdeiros evoluídos do legado de Adam Smith vêm montando Partidos Libertários em todos os países democráticos. No seu primeiro ano de pleito (1972) os libertários americanos conseguiram colocar na decisão do Supremo legalizando o controle de natalidade (1973) que resultou no pleno reconhecimento dos direitos individuais das mulheres pelo governo do Canadá. Liberdade pessoal e econômica são a mesma coisa: ausência da coação, do parasitismo, das ameaças... 

O eleitor ou portador de green card pode, respectivamente, votar ou fazer uma doação em apoio ao Libertarian Party em quase todas as cidades e estados dos EUA. Coloque um exemplo. 

Quer traduções políticas ou juramentadas
Prefere ler tradutor libertário em inglês? 

Thursday, April 19, 2018

Futuro libertário

Fatia do voto ganho pelo Partido Libertário em 5 eleições

Existe desde a incepção do partido libertário uma ferramenta matemática para analisar qual a fatia de mercado que determinado produto conquistará ao longo do tempo. A curva Fisher-Pry analisa o tempo que leva para atingir a metade do mercado. 

No caso das democracias (versus monarquias e ditaduras) a coisa teve este aspecto: 

Encyclopedia of Government and Politics, Volume 2 1992

Usando curvas do gênero (mas não a Fisher-Pry específica) calcula-se (s.m.j.) que até o ano 2074 o Partido Libertário atingiria 50% do voto americano, substituindo um dos partidos da atual Cleptocracia.

Para apressar essa transformação os americanos naturalizados podem votar pelo partido da não-agressão, e quem tem visto de permanência pode doar uns trocados. Nós, os americanos natos, precisamos desta ajuda para fazer frente a influência nociva do Richard Nixon. Esse correligionário do Herbert Hoover--derrotado por Kennedy mas eleito após seu assassinato por eleitores semelhantes aos da Alemanha de 1933--hoje assola o Brasil. 

Como assim? Pois é. O golpe de subsidiar partidos nacionalsocialistas com os impostos arrancados do povo foi invenção do Nixon.  O voto obrigatório, inventado por políticos da corrente saqueadora na Austrália em 1927 (veja o gráfico supra) combinado com esses subsídios nixonianos à cleptocracia, garantem infinita miséria ao Brasil. Mas eliminando na fonte esse parasitismo exportado, haveria esperança de melhoria.

Vale a pena arriscar? Enfim, o custo é pífio e o risco maior é nutrir o crescimento da atual cleptocracia do ódio e da agressão. 

Precisa de tradução para visto? Prefere blog em inglês?

Tuesday, April 17, 2018

Escolha o inimigo certo



Quem procura inimigo, acha. Mas procure o inimigo certo. 

Todo ato que depende de homens armados ameaçando alguém é suspeito. 

Precisando de tradutor que dispensa as políticas agressivas, entre em contato. 
Blog americano...

Tuesday, April 10, 2018

A migra nos EUA

Cato Institute falando da imigração--en español
Em português não tem disso não, mas publicam boas estatísticas sobre a imigração e os imigrantes nos Estados Unidos. Boas que eu falo significa do ponto de vista libertário--pessoas que rejeitam a coação e a fraude--e não votam nos partidos da cleptocracia subsidiada no poder. 

O Cato Institute é uma organização meio à margem do movimento libertário. Não falam muito em partido, pois se for visto pela Receita como organização política, incide maior alíquota de imposto. Também não falam muito na Ayn Rand para não deixar apoplépticos os conservadores semimísticos que talvez queiram fugir do extremismo dos seus correligionários sem dar na vista. Lidam com idéias, direito, justiça e políticas governamentais, no caso em tela, o contexto das leis de imigração, em espanhol, que é bem fácil de ler. 

O artigo explica que o muro de Berlin dos Republicanos seria custeado deduzindo o custo do total transferido dos americanos e investidores para dar de propina aos caudilhos proibicionistas que dominam o México e outros países da América Latina. Isso é bem diferente do que a mídia americana dá a entender. Esse tuíte do Trump você já viu antes? 



No caso, o famigerado muro desincentiva o desvio de dinheiro do contribuinte para subsidiar a penetração de caudilhos criminosos no governo mexicano. Afinal, sem essa conivência, não entram tantos produtos de folhas para os oficiais corruptos do lado americano confiscarem para revenda no mercado negro. Eu jamais suspeitei desta interpretação do "custeio" desse muro que os republicanos estão querendo montar há muitos anos. (O partido Libertário defende a descriminalização total dos produtos de folhas e afins, como fizeram em Portugal 10 anos atrás.) 

Mas o fundamental é que esse presidente (cujo partido detesto) ofereceu um paredão de Berlin aos americanos a preço subtraído da verba já alocada à preservação do caudilhismo subsidiado no México. Qualquer coisa que reduza os subsídios a esses ordenadores entrincheirados de esquadrões de decapitação só pode melhorar a situação no México. Como ele irá tirar dali os 20 bilhões que os espertos estão orçando nesse Amerikaner mauer continua sendo um desses mistérios da fé cega. 

Propaganda do altruísmo da EsquerDireita, 1939

Enfim, esse canal liberal do Cato Institute é fácil de acessar e contém informação relevante sobre a imigração americana que você não encontra em outro lugar.

Necessitando de traduções oficiais de documentos pessoais, educacionais e financeiros. Meu blog em inglês é www.libertariantranslator.com 







Saturday, April 7, 2018

Como mudam as leis


A Guerra da Secessão foi resultado de um segundo movimento para cobrar altas sobretaxas de importação. A sobretaxa normal, que custeava as despesas da União Alfandegária, os republicanos pichavam de "livre comércio".

O primeiro das crises alfandegárias ocorreu em 1832 quando o Estado da Carolina do Sul reagiu às sobretaxas alfandegárias protecionistas. Anularam a cobrança federal de todas as tarifas no Estado. O Presidente Andrew Jackson, ameaçou enforcar a legislatura inteirinha, e a Ordenança foi revogada. Passado o perigo, o governo federal cortou as alíquotas protecionistas e a alfândega voltou a cobrar apenas a receita necessária para a defesa dos direitos individuais da pessoa humana.

A Constituição não defendia os direitos dos escravos, que dirá das escravas. Após o colapso econômico de 1837 quando o capital inglês foi retirado para financiar a Guerra do Ópio contra a China, faltou dinheiro para as mordomias da classe política americana. O partido Whig, antes o Federalista, foi pego em mais um escândalo de falcatruas e substituído pelos "Republicanos Vermelhos".

Republicano éra sinônimo de comunista no romance "Cabaninha do Pai Tomé"
Estes queriam sobretaxas protecionistas e se faziam de horrorizados pela  exploração sexual das mulatas no Sul, gesto que atraiu o apoio dos proibicionistas. A Guerra da Secessão resultou de mais uma sobretaxa protecionista, esta baixada depois de o Lincoln ter sido eleito. A União Alfandegária ganhou, cobrou as sobretaxas e desarticulou o sistema escravagista com as Emendas proibindo a escravidão (13ª) e garantindo os direitos individuais (14ª).

Mas crescia o fanatismo das correntes proibicionistas na União, e o governo republicano começou em 1872 a revistar e censurar os correios no seu zelo de proibir o controle da natalidade. Isso provocou outra crise econômica, e o democrata Grover Cleveland foi eleito para diluir essa tendência totalitária. Essas leis probicionistas foram minguando da mesma forma que o fanatismo anti-cerveja enfraqueceu na depressão de 1929 a 1939.

Logo mais, as candidaturas do Nixon e dos democratas foram enfraquecidas pelos evangélicos sulistas. Irados que os negros conseguiam votar após a presidência do Kennedy, estes montaram uma campanha de segregação em nome de Deus. Esse partido "Americano Independente" ganhou para o seu candidato George Wallace quase 10 milhões de votos populares, e 46 votos eleitorais. Os republicanos tornaram-se mais evangélicos e os democratas mais racistas do que antes, e não se falava nas leis estaduais que despiam as mulheres e os negros dos direitos individuais--sempre em nome de Deus.

É assim que funciona a mudança nos EUA. A Cleptocracia se divide como uma ameba em duas facções que brigam para desviar a receita para os seus bolsos. Sempre que aparece um terceiro partido, os candidatos com metas mais hostis ao programa do terceiro partido começam a "perder". "Perder" para eles significa que a outra metade da cleptocracia entra na folha de pagamento do governo para ajudar os cupinchas a sangrar o erário. Para não "perder", os políticos saqueadores imitam os pequenos partidos. Com isso, os partidos do comunismo e do proibicionismo inseriram tentáculos na Constituição, cobrando IR e praticando assassinatos e confiscos para impedir que se beba vinho!

Em 1972 um terceiro partido surgiu que não é nem um pouco comunista ou nacionalsocialista. Foi o programa do Partido Libertário que anulou as leis estaduais feitas para coagir as mulheres. O Supremo copiou a parte do Programa Libertário que legalizou o atendimento médico às mulheres que optam por se desengravidar, e com isso o Canadá aboliu todas as leis tolhendo direito de a mulher ser dona de si. Veja como ocorreu. No verão de 1972 o Partido Libertário colocou sob o cabeçalho Superpopulação: 

“E ainda apoiamos a revogação das leis que restringem o controle voluntário da natalidade ou a interrupção voluntária da gravidez durante os primeiros cem dias.”

Esta declaração se transformou na seguinte decisão derrubando as leis cruéis de vários estados, leis que violavam a 14ª Emenda.


“(a) Para a etapa que precede aproximadamente o final do primeiro trimestre, a decisão de aborto e da sua efetuação caberá ao discernimento do médico da gestante. …” 

 Isso ocorreu pouco depois de o partido ganhar um único voto eleitoral. Parou o crescimento do quadro de funcionários federais, diminuiu a violência, a polícia já não espanca ou prende os gays e a cleptocracia não escraviza mais a juventude para morrer nas selvas do outro lado do mundo. Isso é ganho--vitórias não para os políticos parasitas--mas para os direitos da pessoa individual!

Apenas um partido americano está crescendo

Todas essas mudanças reduzindo a coação resultaram da pressão dos votos dados ao Partido Libertário, mesmo sem o risco de corromper os nossos candidatos íntegros. Cada voto Libertário vale de 6 a 6000 votos desperdiçados. O seu voto--ou, se tens visto de permanência, a sua doação às nossas campanhas--fará muito mais diferença no sentido de melhorar as coisas para os imigrantes do que ajudar as depredações violentas da Cleptocracia. Os Republicanos acusam o Partido Libertário de "abrir as fronteiras" enquanto eles gastam dinheiro alheio copiando o Muro de Berlim. Pense nisso...

Precisando de traduções para facilitar a obtenção de visto, pense nos tradutores que usam o falascreve de George Orwell: Speakwrite.com.br
Prefere inglês? Visite www.libertariantranslator.com



Tuesday, April 3, 2018

A Carta de Direitos Americana

"...uma milicia bem-apetrechada..." "James, veja ESSA coisinha doce!!"

A Carta de Direitos entrou na Constituição da América tornada independente (graças a Jefferson) por insistência de Patrick Henry. O que disseram estes fundadores acerca dos direitos da pessoa individual?

Patrick Henry: "Estaríamos, enfim, reduzidos à degradação humilhante e rebaixadora a ponto de desconfiar da nossa capacidade de possuirmos armas para defesa própria? Onde está a diferença entre ter nossas armas em nossa posse e sob nossa própria direção e tê-las sob a direção do Congresso? Se a nossa proteção é o verdadeiro objetivo dessas armas, faz sentido depositá-las nas mãos de quem? Faz mais sentido, ou oferece igual segurança para nós, tê-las em mãos alheias ou nas nossas próprias mãos?"
(Original) “Are we at last brought to such a humiliating and debasing degradation, that we cannot be trusted with arms for our own defense? Where is the difference between having our arms in our possession and under our own direction, and having them under the management of Congress? If our defense be the real object of having those arms, in whose hands can they be trusted with more propriety, or equal safety to us, as in our own hands?” – 3 Elliot Debates at 168-169.

Patrick Henry: O fundamental é que cada um esteja armado. Quem tem capacidade, teria uma arma."
(Original) “The great object is that every man be armed. Everyone who is able might have a gun.” – 3 Elliot Debates at 386.
Thomas Jefferson: "E qual o país que pode preservar as suas liberdades, se os seus governantes não recebem, de tempos em tempos, o recado de que este povo ainda nutre o espírito da resistência? Deixe que peguem nas armas... A árvore da Liberdade deve ser refrescada de tempos em tempos com o sangue de patriotas e tiranos." Carta para William S. Smith, 1787, em S. Padover (Ed.), Thomas Jefferson on Democracy (1939), p. 20.
(Original) “And what country can preserve its liberties, if its rulers are not warned from time to time, that this people preserve the spirit of resistance? Let them take arms… The tree of Liberty must be refreshed from time to time, with the blood of patriots and tyrants.”- Letter to William S. Smith, 1787, in S. Padover (Ed.), Thomas Jefferson on Democracy (1939), p. 20.
E o resultado disso? O país seguro para o qual as pessoas querem emigrar.
Precisando de traduções certified ou juramentadas, entre em contato. Veja também Libertariantranslator.com

Sunday, April 1, 2018

Atirando no ônibus, 1930



Adaptado do Capítulo 99 de Proibicionismo e o Crash, por J Henry Phillips, referente a Janeiro de 1930. 


-->
A Du Pont começou a produzir rayon em 1921, ganhando retorno de 32% no investimento durante quatro anos corridos.  Agora entraram seis novos concorrentes nesse mercado da “seda de arte”, elevando o número de produtores para 20 (com 31 fábricas).  A concorrência adicional, para não falar nas guerrilhas entre o Ku Klux Klã e os “sindicalistas sulistas comunas” e o gargalo no fornecimento do álcool industrial necessário para a fabricação, trouxe problemas para todo o setor têxtil.  A empresa Rayon Silk de Chester, na Pensilvânia, fora indiciada em 1926, 1927 e 1929.  Um caminhão da Primo Silk Co. foi autuado transportando cerveja numa blitz policial.  Não obstante, as fibras descontínuas de rayon eram um importante insumo na fabricação de pano de algodão, e várias algodoeiras possuíam fábricas próprias de rayon, cuja produção elas mesmas consumiam.[i] 

Mudanças recentes nos regulamentos do Departamento do Tesouro restringiam todo acesso ao álcool industrial.  Em 1929 várias empresas já não conseguiam comprar álcool desnaturado sem antes provar que o produto lhes seria indispensável.  A situação piorou bastante quando muitas renovações de licenças foram cassadas em inícios de 1930.  Mesmo com a permissão, as empresas eram sujeitas a controles imprevisíveis.  A Gerber, por exemplo, conseguiu uma licença para 1930, mas os agentes da repressão ameaçaram confiscar sua água de cheiro lilás na eventualidade de vendas a uma empresa mercantil interditada.[ii]

Havia seríssimos problemas sindicalistasO Departamento do Trabalho interditou uma greve em Elizabethton, Tennessee, e um chefe de polícia foi baleado numa contenda com grevistas em Gastonia na Carolina do Norte. Desesseis sindicalistas foram julgados pelo homicídio em Charlotte, mas anularam o julgamento por causa do enlouquecimento de um jurado.  Integrantes do Ku Klux Klã logo começaram a raptar e chibatar os sindicalistas, e um dos seus franco-atiradores, disparando nos veículos levando passageiros aos comícios, matou uma jovem.  Em 1º de outubro o presidente em exercício das fábricas de rayon da americanos Bemberg and Glanzstoff aparentemente se suicidou.  Três grevistas foram mortos e outros 20 feridos por policiais em Marion, Carolina do Norte, enquanto turbas invadiam as sedes dos sindicatos em Gastonia, Bessemer City e Charlotte, chibatando os ativistas. [iii] 

Esses fatos impressionaram os europeus, que investiram o capital para a maioria das fábricas de rayon na região Sul.  Pelos padrões americanos, a região era pobre, mas os salários ali eram comparáveis aos praticados na Europa.  Aliás, confrontos trabalhistas pipocavam na Inglaterra e alhures, e a concorrência em todo o setor têxtil andava acirrada e impiedosa.  Mesmo durante a prosperidade do Coolidge os tempos eram difíceis. Mas agora, pioradas pela guerra suntuária, a queda dos lucros significava arrocho salarial ou mesmo a bancarrota.[iv] 

As agências da Rutherford County Bank and Trust em Spindale e Union Mills na Carolina do Norte permaneceram fechadas em 4 de fevereiro, e corridas bancárias fecharam as agências da Farmer's Bank and Trust company em Forest City e Caroleen.  Ma mesma hora em Murfreesboro, Tennessee, a planta da Frank Silk Mills – com $250.000 em dêbentures em circulação – foi misteriosamente abandonada; seus diretores simplesmente desapareceram.  Metade do capital da empresa estava nas mãos da Caldwell and Company, uma casa de corretagem bancária, que adquirira a empresa como a Woolen Mills Company de Murfreesboro.  A Caldwell and Company tinha laços com a Central Bank and Trust Company de Asheville, a menos de 65 km da região acometida.[v] 

O Comissário da Proibição Doran em 6 de fevereiro de 1930 submeteu um relatório no congresso explicando que das 9000 amostras de bebida ilícita testadas, meros 1% originaram do álcool industrial, e que esse problema de desvio fora resolvido fechando sete plantas de álcool, seis armazéns alfandegados e sete plantas de desnaturação no distrito burocrático de Chicago nos últimos dois anos.  Doran citou duas empresas, a Chicago Grain Products e Craigin Products, como culpadas pelos desvios.  Nesse meio-tempo, segundo Doran, 81% de todo o uísque vendido fora destilado ilegalmente do açúcar de milho.[vi] 
o capital foge dos confiscos proibicionistas--e do IR do manifesto comunista
Como hoje, a proibição organizava o "crime" sendo os mandantes os políticos, juízes e policiais

Foi esse o panorama nos EUA na ditadura da lei seca dos evangélicos proibicionistas. Bush Filho deu trela a essa mesma corrente em 2004, e até 2007 seus confiscos fanáticos novamente destruíram a economia daquele país--antes de serem exportados para os demais países para que os sandinistas empreendedores terroristas não consigam financiamento. Hoje temos o partido Libertário cuja fatia da votação está crescendo. Doar uns trocados à abolição de leis nocivas é a melhor maneira de despoluir o mundo.  

Necessitando de traduções jurídicas ou financeiras, mesmo de cunho orwelliano, entre em contato no Speakwrite ou Tradutoramericano.com.
Não perca o Libertariantranslator.com



[i]  (United States v. E.I. Du Pont de Nemours & Co. 6/11/1956) (Mabee v. United States 07/08/32) (Avram 1929  58)
[ii]  (Selkow v. Campbell 12/15/30) (01/13/31 Quitt v. Stone 01/13/31) (Goldman v. Campbell 12/15/30) (National Grain Yeast Corp. v. Mitchell 07/07/1931) (Joy Chemical Co. v. Moss 01/05/1931)
[iii]  (NY World Almanac 1930  112, 121-3; 1929  100, 103) (McCormick & Co. v. Brown, 52 F.2d 934 4th Cir. 10/12/1931)  (CT 9/11/29  1; 9/19/29  1)
[iv]  (Avram 1929  134)
[v]  (CT 2/5/30  10; 2/12/30  1) (McFerrin 1939  41, 77-78)
[vi]  (Hoffman 1993,  141-142) (CT 2/7/30  4; 2/8/30  4)